Copa do Mundo.png

 Perguntas frequentes feitas por jornalistas durante a Copa

1)    Qual o número de turistas que passaram por Brasília durante a Copa?

De acordo com levantamento feito pela Secretaria de Turismo do Distrito Federal cerca de 632.646 turistas passaram por Brasília. Deste montante, 488.903 de todos os estados brasileiros, e 143.743 de origem internacional. O número representa 29,18% a mais que a expectativa inicial projetada pelo Ministério do Turismo de 490 929 turistas.

O montante gerado foi de 1,3 bilhão de reais, considerando o gasto individual do turista – hospedagem, alimentação, e gasto com compra (R$ 510,00), a média de permanência no destino Brasília (4,2 dias).

De acordo com a pesquisa de satisfação do turista realizada no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, 93% avaliaram positivamente a Copa.

2)    Quais ações a Secretaria de Turismo do DF preparou para a Copa?

O que preparamos para a Copa do Mundo no DF

 

Centros de Atendimento ao Turista - De 2011 a 2012 a Secretaria de Turismo do Distrito Federal ampliou de duas para sete unidades (Setor Hoteleiros Norte, uma no Setor Hoteleiros Sul, dois no Aeroporto, Rodoviária Interestadual, Torre de TV  e Praça dos Três Poderes). Os profissionais que atendem passaram por um curso de capacitação de, aproximadamente, 120 horas e são capazes de atender em até cinco idiomas (Português, Inglês, Espanhol, Francês, Japonês), e libras. Esse,foi um grande diferencial no receptivo da cidade e só recebemos elogios. Em 2013,  a Secretaria de Turismo do Distrito Federal computou mais de 109 mil atendimentos.

 

O resultado é a somatória dos sete Centros de Atendimento ao Turista. O CAT do Aeroporto foi premiado pela qualidade do atendimento aos turistas. Durante a Copa do Mundo, o atendimento saltou para mais de 50 mil atendimentos, de pessoas de 87 nacionalidades diferentes e todos os estados brasileiros, o resultado é a soma dos 22 pontos de atendimento (7 Centros de Atendimento, 13 postos dos Embaixadores do Turismo do DF, espaço na FAN Zone – nos 7 jogos na cidade, número máximo que a FIFA autoriza para partidas do mundial - e duas unidades móveis). Os locais estão em pontos estratégicos da cidade como Aeroporto Internacional JK, Praça dos Três Poderes, Rodoviária, Pontão. Veja aqui

 

Embaixadores do Turismo do DF – Somando esforço a equipe dos Centros de Atendimento ao Turista, os estudantes colocaram em prática o que aprenderam durante o curso teórico de 36 horas/aula que ocorreu em maio e aproveitando o intercâmbio cultural da atividade prática durante a Copa do Mundo em Brasília. Cerca de 93 estudantes universitários e de cursos técnicos de Turismo e área afins participam desse projeto que conta com o apoio da Organização das Nações Unidas para a Saúde, Cultura e Educação- Unesco. Entre os requisitos do programa, os estudantes deveriam ter proficiência em inglês ou espanhol.http://www.embaixadoresdoturismo.df.gov.br/

 

 Letras gigantes Um dia antes do jogo Brasil x Camarões (23 de junho), a Setur-DF instalou letras gigantes como uma surpresa para os brasilienses e turistas. Com 2 a 2,70 metros de altura e 24,9 metros de comprimento formam a frase “Eu amo Brasília”, no local do verbo amar está um coração. Dois dias após a instalação, a ação atingiu mais de 22 mil pessoas nas redes sociais e já virou o novo point da cidade.

 

CAT’s móveis - Um convênio com o Ministério do Turismo prevê ainda a compra de dois CAT’s Móveis que serão usados nos dias de grande movimentação na cidade para prestar informações nos pontos com maior fluxo de pessoas. Serão duas vans equipadas com computadores, materiais impressos e atendentes, igualmente, poliglotas. Os investimentos foram de R$339 mil nas duas unidades. Entregues em abril deste ano, as vans já foram utilizadas durante o Aniversário de Brasília (21 de abril – Bienal do Livro Brasil e Leitura), e via Sacra de Planaltina.

 

Sinalização turística - A Setur-DF captou recurso junto ao Ministério do turismo para a sinalização turística da cidade. Ao todo 1219 placas foram instaladas, são placas indicativas (de localização) e interpretativas

(explicativas) com informações históricas e técnicas sobre os principais monumentos da cidade em três idiomas (Português, Espanhol e Inglês).

 

Qualificação - A Secretaria de Turismo é executora do Pronatec Turismo – programa de qualificação do Ministério do Turismo em parceria do Ministério da Educação. Em 2013, forma mais de mil pessoas matriculadas nos cursos técnicos e de idiomas, incluindo profissionais da Segurança Pública, do receptivo e empresários. A Setur-DF também realizou, junto ao Quinto Batalhão da PMDF, capacitação para mais de 120 policiais que agora integram o Grupamento Especializado em Policiamento Turístico. O grupo é treinado para se sensibilizar às necessidades dos visitantes e contribuir para a boa recepção.

 

Roteiros Integrados - Para contribuir com a atratividade do turismo local, os órgãos de Turismo de Brasília e do estado de Goiás se uniram para formular Roteiros Integrados. O objetivo é fazer com que o visitante do DF possa também conhecer as principais cidade do estado vizinho e vice e versa.

Nos pontos de atendimento, o turista pode conhecer  os atrativos das cidades como Alto Paraíso, Pirenópolis, e outras.

 

Cama e Café – Em 2013, a Setur-DF lançou o Programa de Hospedagem Alternativa Cama e Café, ampliando a oferta de hospedagem a preços mais modestos e valorizando a participação dos moradores da cidade no receptivo. Cerca de 151 residências estão ativas e disponíveis para comercialização no Portal, www.camaecafebrasilia.com.br . Ainda estão previstas para aprovação 203, 743 se inscreveram. Para a Copa do Mundo, o objetivo era oferecer casas para os turistas se hospedarem, seguindo as seguintes determinações: o locatário deve permanecer na residência durante a estada do visitante, ser proprietário do imóvel, oferecer até três quartos com até três camas em cada um deles, ter serviço de café da manhã e limpeza das instalações. Cerca de 543 pré-reservas foram feitas no site do programa Cama e Café, valor médio da

diária: 200 reais, tempo médio de permanência – 2 diárias, número de diárias pagas pelos turistas – 145, tempo mínimo de permanência – 1 diária, tempo máximo de permanência – 26 diárias. Países que procuram o Cama e Café: Brasil (outros estados), Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Estados Unidos, Irlanda, México, Peru e outros.

 

VIIBRAGrupo de Visitação Institucional Integrada de Brasília. Grupo formado por pessoas ligadas à visitação nos prédios públicos de Brasília. A intenção é fazer uma agenda integrada, com possibilidade de abertura dos monumentos em datas combinadas para que o visitante não saia da cidade sem conhecer nossos espaços. Também prevê a capacitação do atendimento, melhoria da infraestrutura turística, manutenção da cidade e outros. O grupo  está instituído e se reúne periodicamente.

 

O número já reflete no número de visitas, entre os dias 12 a 30 de junho, por exemplo, foram registrados visitas (no geral)  :

Catedral – cerca de 2 mil por dia

Congresso Nacional  - 9,3 mil no total

Memorial dos Povos Indígenas – 2,9 mil no total Museu Vivo da Memória Candanga – 591 no total Templo da Boa Vontade – aumento de 30 a 50% em relação ao período anterior, o Templo recebe cerca de 100 mil visitas por mês.

 

Pegadas de Brasília: Durante a Copa do Mundo FIFA 2014, turistas e brasilienses poderão aproveitar de três trajetos a serem realizados marcados com 'pezinhos' em toda a cidade para conhecer Brasília.  A ideia é em poucas horas de caminhada percorrer igrejas, monumentos museus, praças. As opções de trajetos a serem percorridos são 03 (três) com cores diferentes: passos de Brasília (Rota azul), duração de 4 a 6 horas, a ser realizado no período diurno, já o passo de visão (rota amarela), pode durar até 4 horas, e a sugestão é que seja feito à noite. Por fim, os passos monumentais (rota

branca) com duração de 4 a 8 horas, a ser também realizado durante o dia. O projeto Pegadas de Brasília baseia-se no desenho de três trajetos a serem realizados, preferencialmente a pé, autoguiados, para conhecer Brasília, com a representatividade de diversos segmentos do turismo que encontramos na capital do país.A atividade de realizar um roteiro a pé pode fomentar a formação de turistas cidadãos, valorizando os lugares da memória da cidade, a partir de seu processo educativo, auxiliando no processo de pertencimento do patrimônio da cidade e sua preservação na comunidade local.

O projeto Pegadas conta com o apoio do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente – PNUMA por se caracterizar dentro dos conceitos de roteiros sustentáveis e já está disponível no site da campanha Passaporte Verde.  Nas próximas semanas, o PNUMA também lançará o aplicativo com os roteiros.  Leia mais

 

AplicativosBeek Me e Turismo Brasília: Facilita o acesso aos visitantes sobre as informações sobre atrativos e serviços disponíveis na capital brasileira. Os turistas poderão usar a tecnologia para otimizar as atividades de turismo desenvolvidas durante o tempo de permanência na cidade. O Governo do Distrito Federal investiu em aplicativos para celulares e tablets que ajudarão o visitante a encontrar os principais atrativos e serviços disponíveis.

 

Para aqueles que desejam informações prévias sobre o que encontrarão na capital brasileira, o aplicativo Turismo Brasília apresenta uma breve explicação sobre os monumentos e fornece dados a respeito dos prestadores de serviços básicos – transporte local, transporte aéreo, agências de viagens –, telefones de serviços de emergências e mapas. Os atrativos também são apresentados em fotos com 360º de pontos importantes da cidade.

 

Aqueles que vierem de outros países contam ainda com um auxílio na hora de trocar informações com os brasileiros. Além de traduzir os textos em inglês e espanhol, a ferramenta permite a pesquisa de frases úteis e fornece o áudio da pronúncia correta.  São pequenas dicas de português que podem facilitar a vida do turista, como: "Pode me mostrar onde é isso no mapa?", ou "Vou ao aeroporto", "Que horas começa o jogo?".

 

A versão mínima do IOS que aceita é a 7, e o android versão 4. O tamanho do aplicativo para a versão android é de 27 megabytes e para a IOS de 23 megabytes.

 

Alertas – Quando se trata de visitação in loco, ou seja, o turista já está em Brasília, a indicação é que baixe o aplicativo “Beekme”. Lançado recentemente, o app é uma versão moderna dos áudio guias utilizados no mundo para informar de maneira dinâmica sobre os pontos de destaque de determinado local. Brasília é a primeira a usar a tecnologia Ibeacons para este objetivo.

 

Na prática, a ferramenta funciona por georreferenciamento e sistemas de microlocalização que enviam mensagens de celular cada vez que o usuário se aproxima de um monumento importante na cidade. Caso o indivíduo decida entrar no ponto turístico, os Ibeacons instalados dentro do local passam a informar o visitante sobre as obras de arte e acervo cultural disponível, também por aproximação do aparelho.

 

Brasília já possui 84 pontos mapeados e mais de 250 Ibeacons instalados dentro de museus, igrejas, prédios governamentais e outros atrativos . Para acessar o sistema, além de baixado o aplicativo, o usuário necessita habilitar a internet e Bluetooth do aparelho. A tecnologia é compatível com as versões 4.5, 5 e 5s da plataforma IOS e superior a 4.3 dos celulares androids e tablets. Gratuita e interativa, já está disponível nas lojas da AppStore e Google Play.

 

Esse sistema funciona em caráter experimental em lojas de departamento e supermercados dos Estados Unidos, além de estádios da Liga de Baseball e em unidades da Apple. Em Brasília, o Beekme foi desenvolvido pela empresa brasiliense de tecnologia Memora Processos Inovadores, que firmou acordo com a Secretaria de Turismo no incentivo e promoção do aplicativo junto à administração de cada ponto turístico.

 

Revitalização da Torre de TV - Pela primeira vez, em seus 47 anos de existência, o monumento projetado por Lucio Costa passou por uma grande obra, que foi reentregue no dia 9 de junho. Entre as mudanças feitas estão reforma dos pisos térreo e inferior, instalação de guarda-corpos, troca dos três elevadores que dão acesso ao mirante/mezanino, instalação de plataformas elevatórias (elevadores externos), escadas rolantes para acesso à Feira da Torre.

Também conta com escadaria de ligação entre a feira e a Torre, reforma do mezanino e mirante, instalação do novo Centro de Atendimento ao Turista no mezanino com atendimento de recepcionistas bilíngues feito por colaboradores da Secretaria de Turismo, administradora do espaço, em até cinco idiomas (português, Inglês, Espanhol, Francês, Japonês) além de libras. Além disso, foi instalado um café-bistrô de parceria feita entre Setur-DF e Emater, a vencedora – a Cooperativa de Agricultores Familiares Ecológica do Cerrado – conjunto com mais de 11 associações e cooperativas, será a responsável pelo espaço de comercialização da Torre de TV. A cooperativa reúne 1121 agricultores que serão beneficiados diretamente.

 

Também foi revitalizada a Fonte Luminosa e implantada a 1º etapa do Jardim de Burle Marx previsto no projeto original de Lucio Costa para a Capital Federal. A obra da reestruturação da Torre de TV, implementação do Jardim de Burlex Marx.Também foi integrado ao Complexo, placas de sinalização turística em até três idiomas que também podem ser vistas em outros pontos da cidade.

 

2) A capacidade dos meios de hospedagem em Brasília atende a demanda da Copa? Houve incentivo ou investimentos para o desenvolvimento de novos meios de hospedagem?

O destino Brasília oferece atualmente 29.001 leitos, entre meios de hospedagem tradicionais (hotéis, motéis, pousadas) e alternativo (Programa Cama e Café, camping e outros). Até 2015, de acordo com levantamento da Secretaria de Turismo junto aos 8 novos meios de hospedagem em construção está previsto um aumento de 20,16%, o que representa 10.784 novos leitos no DF.

Desde 2011, a Setur-DF tem realizado eventos de sensibilização a empresários junto a instituições financeiras para estabelecer diálogos sobre a verba do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste. Em 2013, FCO registrou uso recorde, 100% do total cerca de 100 milhões que é destinado ao Turismo foi utilizado. O uso do FCO representa que os investimentos nos setores de Indústria, infraestrutura, Turismo, comércios/serviços está sendo estimulados no Distrito Federal. O uso do montante representa um fôlego econômico que a capital do país destina aos empresários.

De acordo com dados disponibilizados pelo Comitê de Financiamento à Atividade Produtiva do Distrito Federal (COFAP-DF), do total da verba aplicada no turismo, cerca de 40% foram destinados às micro e pequenas empresas (teto que varia de valor inferior a R$240 mil a R$2,4 milhões) e as empresas de porte médio (acima de R$2,4 milhões até 35 milhões) e grande (acima de R$35 milhões) , e empreendedor individual (R$150 mil). No total da verba destinada aos investimentos na cidade, cerca de 19% ( aproximadamente R$ 1bilhão) é direcionada ao desenvolvimento econômico e social, onde 5% cabe ao Turismo. De 2008 a 2011, apenas 4% de todo o recurso era utilizado pelos empresários. O acréscimo de 2013 se deu após a aproximação com os empresários do setor de Turismo.

3) Além da hospedagem tradicional, quais outras meios de hospedagem existem no Distrito Federal?

Além dos meios tradicionais, o Distrito Federal também dispõe de  hospedagens alternativas:( cama e café, albergue ,pousada  rural e pensão)  que somam 2.240 leitos. Em maio de 2013, para incentivar o aumento no número de leitos, sem a construção de novas edificações, a Setur-DF implementou o Programa de Hospedagem Alternativa Cama e Café em parceria com a Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil -ADVB e Sebrae-DF. A medida visa ampliar e diversificar a oferta de hospedagem em até 2700 leitos, a preços mais acessíveis e valorizando a participação dos moradores da cidade no receptivo de turistas.

4) Tem algum balanço de visitação aos atrativos?

De acordo com balanço preliminar os atrativos turísticos possuem coordenação própria e também se organizam por meio do grupo de Visitação Institucional Integrada – Viibra.  

Entre os vários atrativos da cidade, o Congresso Nacional, por exemplo, por meio do seu programa institucional Visite o Congresso, entre 12 a 30 de junho, deste ano, já atendeu mais de 9.328 visitantes. Destes, 7.760 brasileiros e 1.568 estrangeiros de 57 países diferentes, com destaque na sequência para Colômbia, Equador, Estados Unidos e França. No mesmo período em 2013, a Casa legislativa atendeu 2.609 pessoas. Como forma de fortalecer as visitas ,  o grupo de Visitação Institucional Integrada de Brasília foi criado e conta com a participação da Secretaria de Turismo do Distrito Federal. Na página do Viibra lançada no final de maio, o visitante pode conhecer as particularidades dos atrativos que integram o grupo.

Até o dia 18 de julho, as visitas ao Congresso Nacional foram feitas diariamente de 8h30 às 17h30, com guiamento em Inglês, Francês e Espanhol. Em dias úteis, o visitante deve se adequar as orientações do Congresso para a visita. Durante a Copa, o local funcionará em regime especial para possibilitar que mais pessoas conheçam as obras de arte, esculturas e história da Casa. Para grupos com mais de 15 pessoas é necessário agendamento prévio.

Pela primeira vez aberto a visitação, o Palácio do Jaburu – residência da vice-presidência brasileira, conjuga a visita com o Palácio da Alvorada – residência oficial da presidente. As visitas são permitidas sempre às quarta-feiras, de 15h às 17h, são distribuídas senhas na entrada do Palácio da Alvorada. Entre os dias 12 a 20 de junho, por exemplo, cerca de 600 pessoas conheceram os dois Palácios.

Já a sede do Executivo brasileiro, o Palácio do Planalto, em dias normais recebe cerca de 400 visitas por dia. No período de 12 a 20 de junho, o número saltou para 1.350 pessoas. Se antes abria apenas aos domingos, durante a Copa do Mundo, o horário foi ampliado para que os turistas e moradores conheçam a arquitetura, obras de arte e os traços marcantes do projeto de Oscar Niemeyer para a sede presidencial. Em dias de jogos do Brasil, a visitação ocorrerá entre 9h às 11h. Não é necessário agendamento, não haverá visitação em dias de jogos em Brasília.Leia mais detalhes sobre a visitação .O esquema especial segue até o dia 16 de julho.

Entre os points que os turistas da Copa adotaram para se encontrar antes e após os jogos está o Complexo da Torre de TV. Reinaugurado recentemente, o local dispõe de uma vista surpreendente da cidade, com direito a Feira da Torre, café da agricultura familiar- administrado pela Emater-DF, Fonte Luminosa, letras gigantes, Mezanino - que já conta com a Exposição 48 anos da Festa dos Estados - e Mirante. O local é aberto diariamente de 9h às 20h. A estimativa da Polícia Militar é que apenas no jogo do Brasil x Camarões( ainda na fase de grupos), cercam de 30 mil pessoas passaram pelo atrativo,  seja para procurar um souvenier da cidade, admirar a vista ou fotografar no ponto 'Eu amo Brasília', instalado um dia antes da partida entre Brasil x Camarões (23 de junho). A Catedral Metropolitana de Brasília também tem atraído visitantes de todas as regiões do país e do mundo. De acordo com a administração do local, mais de dois mil turistas todos os dias visitam o atrativo.

O Templo da Boa Vontade, localizado na Asa Sul, atrai a atenção de quem passa por lá. De acordo com a administração do local, houve um aumento de 50% ao movimento natural, com uma média de cinco mil pessoas por dia. Entre os principais visitantes da Copa do Mundo estão aqueles originados da Colômbia, Equador, França, Costa do Marfim, Singapura e Japão. Com funcionamento 24 horas por dia, representa o Ecumenismo Irrestrito. A entrada é gratuita.


brasao-gdf.png
Secretaria de Estado do Esporte, Turismo e Lazer do Distrito Federal
IC589272.png Fazer login 
SDC Eixo Monumental - Lote 05 Centro de Convenções Ulysses Guimarães - Ala Sul 1º Andar
Brasília - DF CEP: 70070-350
Telefone (61) 3214-2736/2797
E-mail observatorio@setur.df.gov.br

2017 Governo do Distrito Federal